JUDAS E O MESSIAS NEGRO: SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE A PREPARAÇÃO DE DANIEL KALUUYA E LAKEITH STANFIELD PARA SEUS PERSONAGENS

2/26/2021

 


Inspirado em acontecimentos reais, produção dirigida por Shaka King já está em cartaz nos cinemas


Sucesso de crítica, Judas e o Messias Negro já em cartaz nos cinemas brasileiros e é protagonizado por Daniel Kaluuya e Lakeith Stanfield, intérpretes de Fred Hampton e William O’Neal, respectivamente.

 

No começo da gestação do projeto, a dupla de cineastas formada pelos irmãos Kenny e Keith Lucas abordou Shaka King e o convidou para participar como roteirista e diretor de um projeto sobre Hampton.

 

Os cineastas faziam questão de evitar produzir um filme biográfico tradicional. Ao invés disso, optaram por mostrar um homem em busca de sua própria versão do sonho americano como porta de entrada para uma narrativa interessante. Shaka King explica, “O William O’Neal é complexo. Inteligente, capaz de avistar e explorar as oportunidades que lhe são apresentadas, ele seria um ótimo capitão da indústria. Contudo, como um jovem negro em Chicago, em 1968, ele não teve essas oportunidades – e não engoliu isso”.

 

Para o produtor Charles D. King, “Esse projeto foi uma aliança de excelência e queríamos estar envolvidos. Outro fator determinante foi reconhecer a importância da história e a determinação de contá-la da forma certa. Pela primeira vez, diversas gerações aprenderão mais sobre o Partido dos Panteras Negras com este filme, embora haja outros filmes excelentes que abordaram os Panteras Negras. Porém, este tem um foco no presidente Fred Hampton e seu impacto nas comunidades – precisávamos ter certeza de que faríamos a coisa certa para honrar o legado da família”.

 

Shaka King relembra, “Mesmo antes de conhecer o Daniel Kaluuya, eu sabia que ele era ideal. Em nosso primeiro encontro, fiquei impressionado com a sua maturidade. Ele é muito reservado e há muitas coisas sobre ele que eu não ficaria à vontade em compartilhar. Contudo, seu envolvimento político e maturidade o tornaram uma escolha natural para interpretar o Hampton. Além disso, o Daniel é hilário e tem uma habilidade incrível com as palavras. São características que ele tem em comum com o presidente Fred”.

 

Embora o filme seja inspirado em acontecimentos reais, algumas decisões foram tomadas para manter o realismo, mas com adaptações onde fosse necessário – por exemplo, em relação à adoção por Kaluuya da voz e maneirismos do presidente Fred Hampton. King argumenta: “Se o Daniel fizesse uma imitação exata da voz do Fred Hampton – que falava incrivelmente rápido, com um sotaque de Louisiana e um pouco de influência sulista – acho que muitas pessoas não entenderiam o diálogo do filme e as palavras do Fred são muito importantes. Sua forma de expressar suas ideias é seu superpoder”.

 

Para o papel, Kaluuya tentou incorporar um pouco da mentalidade do presidente Fred Hampton: “Eu acordava de manhã e escutava o discurso do Malcolm X enquanto estava no banho; eu li que o presidente Fred ouvia os discursos de Martin Luther King e Malcolm X para ter ideias. Eu assistia às suas gravações durante as refeições e, desde o momento em que eu saía para o set, enquanto estava no carro, eu praticava o dialeto. Eu trabalhei por três meses com um treinador de dialetos. Eu comecei a fumar para dar certa textura à minha voz e fiz aulas de canto com um cantor de ópera para estudar o controle vocal e da respiração, preparando-me para suas apresentações algo teatrais, sabendo que eu faria seus discursos por cerca de 10 horas por dia. Eu cantei Gospel, James Brown e canções da época. Tudo isso contribuiu para a minha construção desse personagem tão importante”.

 

Escalado para o papel de William O’Neal, LaKeith Stanfield encontra familiaridade no disfarce complicado de O’Neal. Stanfield observa, “Para mim, o William O’Neal é como a maioria das pessoas – ao ter que escolher entre tomar uma atitude corajosa ou tirar o seu da reta, acho que a maioria escolheria se salvar. Isso não nos torna maus; nós somos assim mesmo. É isso que diferencia pessoas como o Fred Hampton do O’Neal e da maioria das pessoas. O Hampton escolhe o caminho mais difícil. Ele toma todas as suas decisões com base em determinados princípios.”

 

Enquanto William O’Neal tem que fazer escolhas difíceis, o presidente Fred Hampton ensina um caminho direto, pragmático e inspirador para que os outros possam se libertar, o que o torna perigoso para aqueles que detêm o poder.

 

Stanfield encerra, “Para mim, havia vários desafios envolvidos em interpretar o O’Neal. O presidente Fred e seu legado são muito importantes para mim. Outra questão é que eu adorei o fato de o Daniel interpretar o Fred. Às vezes, eu achava que a história e a realidade se confundiam e o conflito interno que você vê em mim não era ficção. Isso mostra o trabalho excelente feito pelos roteiristas e atores, principalmente o Daniel, além do clima criado pelo Shaka. Houve dias em que eu fui para casa perturbado”.



Sobre o filme

O informante do FBI William O’Neal (LaKeith Stanfield) se infiltra no Partido dos Panteras Negras de Illinois e tem a missão de manter o controle sobre seu líder carismático, o presidente Fred Hampton (Daniel Kaluuya). Um ladrão de sucesso, O’Neal revela o perigo de manipular seus companheiros e seu treinador, o agente especial Roy Mitchell (Jesse Plemons). As proezas políticas de Hampton crescem enquanto ele se apaixona pela colega revolucionária Deborah Johnson (Dominique Fishback). Enquanto isso, uma batalha se trava pela alma de O'Neal. Ele se alinhará com as forças do bem? Ou irá subjugar Hampton e Os Panteras por qualquer meio, como exige o diretor do FBI J. Edgar Hoover (Martin Sheen)?

 

Inspirado em acontecimentos reais, “Judas e o Messias Negro” é dirigido por Shaka King, marcando sua estreia na direção de um longa-metragem pelo estúdio. O projeto se originou com King e seu parceiro de roteiro, Will Berson, que co-escreveu o roteiro, e Kenny Lucas & Keith Lucas, que co-escreveu a história com Berson & King. King, que tem um longo relacionamento com o cineasta Ryan Coogler ("Pantera Negra", "Creed – Nascido Para Lutar", " Fruitvale Station: A Última Parada "), apresentou o filme a Coogler e Charles D. King ("Luta por Justiça", " Um Limite Entre Nós"), que estão produzindo o filme com Shaka King. Os produtores executivos são Sev Ohanian, Zinzi Coogler, Kim Roth, Poppy Hanks, Ravi Mehta, Jeff Skoll, Anikah McLaren, Aaron L. Gilbert, Jason Cloth, Ted Gidlow e Niija Kuykendall.

 

Judas e o Messias Negro é estrelado pelo indicado ao Oscar Daniel Kaluuya ("Corra!", "As Viúvas", "Pantera Negra") como Fred Hampton e LaKeith Stanfield ("Atlanta", "Millennium: A Garota na Teia de Aranha") como William O 'Neal. O filme também é estrelado por Jesse Plemons ("Vice", "A noite do jogo", "The Post – A Guerra Secreta"), Dominique Fishback ("O Ódio que Você Semeia", "The Deuce"), Ashton Sanders ("O Protetor 2", "Moonlight: Sob a Luz do Luar") e Martin Sheen (“Os Infiltrados”, “The West Wing” da TV, “Grace & Frankie” da TV).

 

O elenco também conta com Algee Smith ("O Ódio que Você Semeia," "Detroit em Rebelião"), Darrell Britt-Gibson ("Luta por Justiça", "Três Anúncios Para Um Crime"), Dominique Thorne ("Se a Rua Beale Falasse"), Amari Cheatom (“Roman J. Israel, Esq.,” “Django livre”), Caleb Eberhardt (“The Post – A Guerra Secreta"),) e Lil Rel Howery (“Corra!”).

 

A equipe criativa dos bastidores inclui o diretor de fotografia Sean Bobbitt (“12 Anos de Escravidão”, “Widows”), o designer de produção Sam Lisenco (“Shades of Blue: Segredos Policiais”), o editor Kristan Sprague (“Random Acts of Flyness”) e a figurinista Charlese Antoinette Jones (“Raising Dion”). A música é de Craig Harris e Mark Isham.

 

A Warner Bros. Pictures apresenta, em associação com a MACRO / Participant / BRON Creative, uma produção MACRO Media / Proximity, um filme de Shaka King, Judas e o Messias Negro. O filme já em cartaz nos cinemas brasileiros é distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.

VIACOMCBS ANUNCIA CONTEÚDOS, PREÇO E NOVIDADES DO PARAMOUNT+ NO BRASIL

2/25/2021

 


NOVO SERVIÇO PREMIUM DE STREAMING SERÁ LANÇADO EM 4 DE MARÇO NA AMÉRICA LATINA

 

PARAMOUNT+ CONTARÁ COM UM VASTO CATÁLOGO COM MAIS DE 5 MIL HORAS DE CONTEÚDO VOLTADAS A TODOS OS PÚBLICOS, DE TODAS AS IDADES, INCLUINDO UMA AMPLA VARIEDADE DE FILMES E SÉRIES POR UM PREÇO COMPETITIVO


Créditos: Divulgação
Em sentido horário: Yellowstone, Your Honor, City On A Hill, Your Honor, Escape At Dannemora e Escape At Dannemo



SÃO PAULO, 25 DE FEVEREIRO DE 2021 – ViacomCBS Networks Americas, uma divisão da ViacomCBS Inc. (NASDAQ: VIAC, VIACA), acaba de anunciar detalhes importantes, incluindo títulos de lançamento, preço e parceiros de distribuição para seu serviço de streaming Paramount+ (lê-se, Paramount Plus). A nova plataforma será lançada em 18 países da América Latina, incluindo Brasil, em 4 de março de 2021.

 

"Paramount+ proporcionará aos consumidores uma experiência premium a um preço competitivo, tornando-o essencial para consumidores e parceiros de distribuição", disse Kelly Daypresidente de streaming e diretora de operações da ViacomCBS Networks International. "Com uma expertise global incomparável em linear, SVOD e AVOD, combinada com um poderoso mecanismo de conteúdo, incluindo uma imensa e vasta biblioteca de conteúdos originais premium, a ViacomCBS está posicionada de maneira única para aproveitar as vantagens da enorme oportunidade de streaming mundial".

 

"A ViacomCBS está posicionada de forma única para oferecer aos nossos consumidores e parceiros um serviço premium com o lançamento do Paramount+, à medida que alavancamos nosso amplo alcance e fortalecemos nossas relações no mercado latino-americano", disse JC Acosta, presidente da ViacomCBS International Studios & Networks Americas. "Por meio do ViacomCBS International Studios, podemos oferecer conteúdo premium local e em espanhol para criar uma experiência verdadeiramente global e local para o público".

 

Preço e interface de usuário

No lançamento, os consumidores no Brasil poderão se inscrever para um teste gratuito de sete dias ou por meio de uma assinatura mensal de R$19,90.O preço varia em outros países latino-americanos.

 

Paramount+ contará com uma interface de usuário perfeita, curadoria aprimorada, categorias de conteúdo e um hub central para as marcas da ViacomCBS. Além disso, cada opção de assinatura incluirá recursos de controle dos pais.

 

Distribuição robusta

O novo Paramount+ estará disponível no site ParamountPlus.com e em smartphones e smart TVs, através do aplicativo Paramount+ para iOS e Android. O serviço também terá ampla distribuição nos principais parceiros latino-americanos, incluindo Mercado Livre, Claro Brasil, Vivo e Oi.

Lista de conteúdo 2021

Paramount+ será o centro de distribuição de um catálogo internacional massivo de mais de 5 mil horas de ampla variedade de títulos icônicos, com uma riqueza de entretenimento para públicos de todas as idades a um preço competitivo. Na América Latina, o serviço oferecerá um amplo mix de conteúdo premium global e local abrangendo todos os gêneros, com títulos da SHOWTIME® em mercados selecionados, títulos da Paramount Television Studios e CBS Studios, além de uma seleção diversa de dramas originais, filmes da Paramount e muito mais.

 

Os títulos que chegam ao serviço a partir de 2021

 

SHOWTIME 

Na América Latina, o Paramount+ será a “casa” do SHOWTIME com estreias de produções exclusivas. Os títulos lançados em 2021 incluem Black Monday, City on a Hill, Your Honor, The Good Lord Bird, The Comey Rule e Escape at Dannemora, além de Dexter, Ray Donovan The Affair.

 

As estreias do SHOWTIME previamente anunciadas com estreia na América Latina incluem American Rust e o antológico The First Lady, estrelado e produzido por Viola Davis (vencedora do Oscar®, Emmy® e Tony®), como a primeira dama Michelle Obama; Michelle Pfeiffer, indicada ao Oscar® e ao Emmy® e vencedora do Globo de Ouro®, como Betty Ford; e Gillian Anderson, vencedora do Globo de Ouro® e indicada ao Emmy®, como Eleanor Roosevelt.

 

Originais do Paramount+

 

O serviço oferecerá novas séries premium do Paramount+. Na América Latina, o Paramount+ apresentará a terceira temporada de YellowstoneTwo Weeks to Live com Maisie Williams e também The Handmaid's Tale. Outras produções disponíveis no lançamento incluem Strange Angel e No Activity. Além disso, algumas estreias que serão lançadas em breve no Paramount+ são:

• The Man Who Fell to Earth, estrelado pelo indicado ao Oscar® e vencedor do BAFTA® Chiwetel Ejiofor, é baseado no romance de Walter Tevis de mesmo nome e no icônico filme estrelado por David Bowie. A série seguirá um novo personagem alienígena que chega a Terra em um determinado ponto da evolução humana e deve enfrentar seu passado para determinar nosso futuro.

• Mayor of Kingstown, Taylor Sheridan, apresenta um olhar sobre as maiores falhas dos EUA resumidas em uma cidade.

• Lioness do criador Taylor Sheridan.

• The Offer, série baseada no extraordinário produtor vencedor do Oscar® Al Ruddy, com experiências nunca reveladas de O Poderoso Chefão, um dos filmes mais lendários da história da Paramount, do escritor Michael Tolkin.

• Guilty Party, produzido pela CBS Studios.

• The Harper House, produzido pela CBS Studios.

• Halo

• Y: 1883

• Two Weeks to Live, estrelado por Maise Williams, escrito e dirigido por James Lafferty e Stephen Colletti (One Three Hill), que também estrelam o show, ainda inclui o hit indie Everyone is Doing Great,

 

Crianças e família

Lar de algumas das maiores franquias do mundo, incluindo Bob Esponja, As Tartarugas Ninja, Dora, A Aventureira e Patrulha Canina, o portfólio infantil do Paramount+ formado pela biblioteca da Nickelodeon oferece uma gama de novos conteúdos originais baseados nos personagens mais amados da história da marca. Em 2021, o serviço na América Latina contará com:

• Kamp Koral: SpongeBob’s Under Years - o primeiro spinoff de Bob Esponja. Kamp Koral é uma série original animada em CG que leva os espectadores de volta ao tempo em que os personagens icônicos da Fenda do Biquíni se encontraram pela primeira vez em um acampamento de verão.

• The Astronauts, a primeira coprodução do Nickelodeon Animation Studios com Imagine Kids + Family, é uma nova série live action que segue um grupo de crianças que embarca numa grande aventura quando são lançadas ao espaço por engano.

 

Filmes de sucesso

Na América Latina, Paramount+ contará com uma coleção de estreias de novos filmes, como The Father, indicado ao Globo de Ouro®, e The Outpost com Orlando Bloom, The Fanatic com John Travolta e franquias de sucesso como Missão Impossível e O Poderoso Chefão. 

 

Destaques de comédia

A comédia é um dos gêneros líderes em serviços de streaming. Paramount+ oferece uma rica biblioteca dos melhores sucessos de comédia e franquias icônicas da América Latina, com títulos estreando em 2021, como a nona temporada de A Culpa é Do Cabral e tambem a última temporada Comedy Central Apresenta.

 

Reality shows

Paramount+ também contará com novas estreias de alguns dos formatos premiados de maior sucesso da MTV, incluindo algumas das maiores franquias da MTV, como De Férias Com o Ex Brasil, De Férias Com o Ex Brasil: A Treta Não Tira Férias e Are You The One? Brasil, além de um catálogo com sucessos como Jersey Shore, Ex on the Beach, Catfish e muito mais.

 

Paramount+ Originals

Por meio do ViacomCBS International Studio (VIS), uma divisão da ViacomCBS Networks International, os principais criadores de todo o mundo estrearão no Paramount+ Originals. Na América Latina, o serviço vai estrear The Envoys, um thriller sobrenatural produzido pelo diretor e roteirista vencedor do Oscar®, Juan Jose Campanella, estrelado por Luis Gerardo Mendez e Miguel Angel Silvestre; e Cecilia, uma comédia dramática protagonizada por mulheres, do renomado escritor e diretor argentino Daniel Burman, estrelada pela aclamada atriz mexicana Mariana Treviño.

 

Este anúncio acompanha o evento ViacomCBS Streaming Event, voltado a investidores, que ocorreu na noite de quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021, e detalhou um plano exclusivo que alavanca suas ofertas de produtos robustos gratuitos, pagos e premium com Pluto TV e o lançamento de Paramount+. A gravação do evento pode ser acessada na seção Eventos, Webcasts e Reuniões Anuais do site da ViacomCBS para investidores (ir.viacomcbs.com).

 

Para mais informações sobre Paramount+, visite ParamountPlus.com .

 

***

 

ViacomCBS Networks Americas, unidade da ViacomCBS Inc. (NASDAQ: VIAC), é formada por algumas das marcas de entretenimento mais emblemáticas do mundo. O portfólio na América Latina e no Canadá inclui MTV, Nickelodeon, Nick Jr., Comedy Central, Paramount Network, Telefe e Vidcon. O portfólio também abrange a Tr3s, uma rede de cabo hispânica nos EUA. A ViacomCBS Networks Americas também contempla os estúdios ViacomCBS International Studios, ViacomCBS Digital Studios International e detém uma participação majoritária do coletivo Porta dos Fundos, principal criador de conteúdo de comédia no Brasil e Backdoor voltado ao público de língua espanhola. Os serviços de streaming da empresa incluem a PlutoTV e o Paramount+; os aplicativos Mi Telefe e Telefe Noticias; os produtos sob demanda, Nick First e My Nick Jr., além de diversos sites.




CONHEÇA OS PERSONAGENS QUE COMPÕEM O LONGA TOM & JERRY: O FILME

2/25/2021

 


Já em cartaz nos cinemas brasileiros, o filme conta com grande variedade de animais que completam a aventura da famosa dupla


O longa Tom e Jerry: O Filme já está em cartaz nos cinemas brasileiros, levando diversão e aventura para toda família. Além da conhecida dupla formada por Tom e Jerry , a animação conta com diversos personagens em 2D originais que deixam o desenho mais divertido e a história mais completa.

Pigeon é uma pomba rapper de Nova York. A personagem apresenta para o público do filme a cidade de Nova York de Tom e Jerry, segundo a visão de um pássaro e com um interlúdio musical crescente. Pigeon é dublado pelo próprio diretor do longa, Tim Story, na versão em inglês do filme.


Spike é um buldogue ranzinza e também o melhor amigo de Ben, o noivo prestes a se casar na cerimônia de luxo no Hotel Royal Gate. Mas nada impedirá Spike de criar o maior rebuliço – ou um tufão - para chegar até Tom, na famosa briga de cão e gato.

Para quem acha que Tom é o único gato em meio a tantos animais da trama, está enganado. O longa possui participação de diversos outros felinos que deixam a aventura mais completa. Sofisticada e sorrateiramente bem-educada, a linda gatinha Frufru chega ao Hotel Royal Gate nos braços da noiva, badalada influencer de mídias sociais prestes a viver o grande evento da alta sociedade. A própria Frufru vai dar uma de influencer felina - com Tom e contra Jerry, ameaçando-o com suas garras afiadas.

Líder da gangue de gatos de beco local, Butch, O Gato Preto, deve ter visto todos os filmes de gângster dos últimos cinco anos, já que ele domina tanto o léxico como as nuances do linguajar típico das brigas de rua. Quando detecta Tom em seu território, reúne sua gangue para expulsá-lo, mas Tom parece ser mais inteligente, e estar sempre um passo à sua frente. Até que eles se encontram novamente na estação de resgate de animais perdidos.

Ninguém diria que Corisco, O Gato Alaranjado, é o mais brilhante do grupo. Conhecido por ser o gato mais ‘tampinha’ da trupe, ele sempre olha para o líder da gangue, Butch, O Gato Preto, pedindo por orientação, mesmo que isso signifique ter que andar apenas sobre as suas patas traseiras. Pequeno em estatura, Topsy, o Gato Grey (Cinza), não faz joguinhos. Desconsiderado por alguns de seus companheiros de gangue, por ser o gato com complexo de Napoleão, isso não o impede de entrar na toca mais próxima e encarar suas presas olho no olho. 

É claro que nenhum gato de desenho animado destinado a perseguir para sempre seu rival-mor, o rato, estaria a salvo se não tivesse que consultar a sua própria consciência animada. E por este motivo entram em cena a versão do Anjo de fala mansa de Tom, que prefere soluções humanas para as suas muitas crises de consciência felinas, e a versão do Diabo astuto e travesso, que sempre encoraja Tom a perseguir Jerry utilizando-se de todos os meios possíveis – ou não. Tom os conjura quando confrontado com grandes decisões.

Outro personagem presente no longa é o Peixinho Dourado nada feliz em seu aquário sobre a mesa do gerente-geral do Hotel Royal Gate. Ele zomba em silêncio do gerente de eventos, Terence, mas sente uma afinidade instantânea com Kayla, a funcionária temporária trazida para trabalhar no casamento do século.


Sobre o filme

Uma das rivalidades mais amadas da história é reacendida quando Jerry se muda para o melhor hotel de Nova York na véspera do "casamento do século", forçando a desesperada organizadora do evento a contratar Tom para se livrar do rato em Tom & Jerry: O Filme, do diretor Tim Story. A batalha de gato e rato que se segue ameaça destruir a carreira dela, o casamento e até o próprio hotel. Mas logo surge um problema ainda maior: um funcionário diabolicamente ambicioso conspira contra os três.

Uma combinação impressionante de animação clássica e live-action, a nova aventura de Tom e Jerry na telona abre novos caminhos para os personagens icônicos e os força a fazer o impensável... trabalhar juntos para salvar o dia.

Tom & Jerry: O Filme é estrelado por Chloë Grace Moretz (“Vizinhos 2”, “A Família Addams”), Michael Peña (“Cesar Chavez”, “Trapaça”, “Homem-Formiga”), Rob Delaney (“Deadpool 2“, “Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw”), Colin Jost (“Como Ser Solteira”, “Saturday Night Live”) e Ken Jeong (“Podres de Ricos”, “Se Beber, Não Case!”, “Transformers: O Lado Oculto da Lua”).

O filme é dirigido por Tim Story (“Quarteto Fantástico”, “Pense como Eles”, “Uma Turma do Barulho”) e produzido por Chris DeFaria (“Uma Aventura LEGO 2”, “Jogador Nº 1”, “Gravidade”).

O roteiro é escrito por Kevin Costello, baseado nos personagens criados por William Hanna e Joseph Barbera. Os produtores executivos são Tim Story, Adam Goodman, Steven Harding, Sam Register, Jesse Ehrman e Allison Abbate. A equipe de bastidores inclui o diretor de fotografia Alan Stewart, o designer de produção James Hambidge, o editor Peter S. Elliot e a figurinista Alison McCosh. A música é composta por Christopher Lennertz.

Uma apresentação da Warner Bros. Pictures e da Warner Animation Group, um filme de Tim Story, Tom & Jerry: O Filme é distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.



Astros de “Homem-Aranha” divulgam título oficial da sequência

2/24/2021

 



Depois de uma brincadeira em suas redes sociais na noite de ontem em que postaram possíveis títulos do filme, como Phone Home e Home-Wrecker, Tom Holland, Zendaya e Jacob Batalon finalmente divulgam o título oficial da sequência. O título em inglês é “Spider-Man - No Way Home”



O título oficial em português será divulgado em breve.



O filme tem estreia prevista nos cinemas em dezembro deste ano.

‘WHAT IT FEELS LIKE’, MÚSICA QUE COMPÕE A TRILHA SONORA DE JUDAS E O MESSIAS NEGRO, GANHA CLIPE COM CENAS DO FILME

2/24/2021

 


Com estreia nacional agendada para 25 de fevereiro, longa revela parceria entre os rappers Nipsey Hussle e Jay-Z



A música ‘What it feels like’, dos talentos do hip-hop Nipsey Hussle, morto em 2019, e Jay-Z, ganhou um clipe com cenas de Judas e o Messias Negro. O single que compõe a trilha sonora do longa já está disponível em plataformas como Spotify, Apple Music e iTunes. Com produção de Ryan Coogler (de “Pantera Negra”) e direção de Shaka King, o longa indicado ao Globo de Ouro na categoria de melhor ator coadjuvante pelo trabalho de Daniel Kaluuya e melhor canção por por "Fight for You” de H.E.R., Dernst Emile II e Tiara Thomas, chega aos cinemas nesta quinta-feira, 25 de fevereiro.

 

Ao lado de Kaluuya, Lakeith Stanfield (de "Corra!", "Atlanta" e " Millennium: A Garota na Teia de Aranha") estrela a produção que retrata o drama biográfico do jovem ativista Fred Hampton, integrante dos Panteras Negras, morto em 1969 com apenas 21 anos. 

 

Para além do aclamado elenco do filme, que reúne ainda Jesse Plemons ("Vice", "A noite do jogo", "The Post – A Guerra Secreta") e Dominique Fishback ("O Ódio que Você Semeia", "The Deuce"), artistas como Nas, SiR, A$AP Rocky e Dom Kennedy, têm suas músicas no longa. A coletânea completa, com todas as músicas da trilha, intitulada ‘The Inspired Album’ já está disponível nas plataformas digitais.


Videoclipe


Trailer



Sobre o filme

O informante do FBI William O’Neal (LaKeith Stanfield) se infiltra no Partido dos Panteras Negras de Illinois e tem a missão de manter o controle sobre seu líder carismático, o presidente Fred Hampton (Daniel Kaluuya). Um ladrão de sucesso, O’Neal revela o perigo de manipular seus companheiros e seu treinador, o agente especial Roy Mitchell (Jesse Plemons). As proezas políticas de Hampton crescem enquanto ele se apaixona pela colega revolucionária Deborah Johnson (Dominique Fishback). Enquanto isso, uma batalha se trava pela alma de O'Neal. Ele se alinhará com as forças do bem? Ou irá subjugar Hampton e Os Panteras por qualquer meio, como exige o diretor do FBI J. Edgar Hoover (Martin Sheen)?

 

Inspirado em acontecimentos reais, “Judas e o Messias Negro” é dirigido por Shaka King, marcando sua estreia na direção de um longa-metragem pelo estúdio. O projeto se originou com King e seu parceiro de roteiro, Will Berson, que co-escreveu o roteiro, e Kenny Lucas & Keith Lucas, que co-escreveu a história com Berson & King. King, que tem um longo relacionamento com o cineasta Ryan Coogler ("Pantera Negra", "Creed – Nascido Para Lutar", " Fruitvale Station: A Última Parada "), apresentou o filme a Coogler e Charles D. King ("Luta por Justiça", " Um Limite Entre Nós"), que estão produzindo o filme com Shaka King. Os produtores executivos são Sev Ohanian, Zinzi Coogler, Kim Roth, Poppy Hanks, Ravi Mehta, Jeff Skoll, Anikah McLaren, Aaron L. Gilbert, Jason Cloth, Ted Gidlow e Niija Kuykendall.

 

"Judas e o Messias Negro" é estrelado pelo indicado ao Oscar Daniel Kaluuya ("Corra!", "As Viúvas", "Pantera Negra") como Fred Hampton e LaKeith Stanfield ("Atlanta", "Millennium: A Garota na Teia de Aranha") como William O 'Neal. O filme também é estrelado por Jesse Plemons ("Vice", "A noite do jogo", "The Post – A Guerra Secreta"), Dominique Fishback ("O Ódio que Você Semeia", "The Deuce"), Ashton Sanders ("O Protetor 2", "Moonlight: Sob a Luz do Luar") e Martin Sheen (“Os Infiltrados”, “The West Wing” da TV, “Grace & Frankie” da TV).

O elenco também conta com Algee Smith ("O Ódio que Você Semeia," "Detroit em Rebelião"), Darrell Britt-Gibson ("Luta por Justiça", "Três Anúncios Para Um Crime"), Dominique Thorne ("Se a Rua Beale Falasse"), Amari Cheatom (“Roman J. Israel, Esq.,” “Django livre”), Caleb Eberhardt (“The Post – A Guerra Secreta"),) e Lil Rel Howery (“Corra!”).

 

A equipe criativa dos bastidores inclui o diretor de fotografia Sean Bobbitt (“12 Anos de Escravidão”, “Widows”), o designer de produção Sam Lisenco (“Shades of Blue: Segredos Policiais”), o editor Kristan Sprague (“Random Acts of Flyness”) e a figurinista Charlese Antoinette Jones (“Raising Dion”). A música é de Craig Harris e Mark Isham.

 

A Warner Bros. Pictures apresenta, em associação com a MACRO / Participant / BRON Creative, uma produção MACRO Media / Proximity, um filme de Shaka King, “Judas e o Messias Negro”. O filme será lançado nos cinemas brasileiros em 25 de fevereiro e é distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.