[Resenha] Na Hora da Virada

11/04/2019


Livro: Na Hora da Virada
Autor: Angie Thomas
Páginas: 378
Ano: 2019
Comprar: Físico

Brianna, uma jovem negra, do gueto, estuda numa escola em que é nítido o preconceito com pessoas negras e latinas. Ela mora com seu irmão mais velho e sua mãe, uma ex-drogada. Uma garota comum, que teve seu pai assassinado e passa por dificuldades, gosta de passar despercebida. Apaixonada pelo rap, ela consegue rimar e criar músicas que falam de sua realidade. Seu sonho é ser uma grande cantora de hip hop como seu pai, porém com eu próprio estilo.


"... sonhos não são reais. Ou a gente acorda ou a realidade faz com quem pareçam idiotas."

Um dia ao chegar na escola dois seguranças agem como se ela fosse uma marginal e traficante, ela fica revoltada com o ocorrido e cria um rap, indignada com o que aconteceu. Porém, sua música acaba sendo um sucesso e todos os olhares se voltam para ela. As pessoas ficam a comparando ao seu pai que era o rei do rap, mas ela não gosta disso. 


"Quanto mais gente você tem na vida, mais gente pode sair sua vida, sabe?"

Nossa personagem terá que lidar com tudo que está acontecendo por conta de sua música, além dos problemas em sua casa e com seus melhores amigos. Muita coisa para uma adolescente suportar.
É um livro que te envolve do início ao fim, a autora traz temas polêmicos, principalmente o preconceito racial, além de diversas críticas sociais e culturais. Uma história de empoderamento e resistência, os personagens são bem desenvolvidos e a história mexe com nosso emocional, ao ver a indiferença das pessoas, o abuso de poder e a falta de atitude. É nesses sentimentos que a Bri joga sua raiva ao compor suas músicas. É uma história impactante visto que trás o que é real. E uma leitura que recomendo. 
  

Sinopse: Bri é uma jovem de dezesseis anos que sonha se tornar uma das maiores rappers de todos os tempos. Ou, pelo menos, ganhar sua primeira batalha. Filha de uma lenda do hip-hop underground que teve o sucesso interrompido pela morte prematura, Bri carrega o peso dessa herança.
Mas é difícil ter a segurança de estrear quando se é hostilizada na escola e, desde que sua mãe perdeu o emprego, os armários e a geladeira estão vazios. Então, Bri transforma toda sua ira em uma primeira canção que viraliza... pelos piores motivos! No centro de uma controvérsia, a menina é reportada pela mídia como uma grande ameaça à sociedade.
Mas com uma ordem de despejo ameaçando sua família, ela não tem outra escolha a não ser assumir os rótulos que a opinião pública lhe impôs. Na Hora da Virada dá aos leitores de Angie Thomas outra protagonista pela qual torcer. É uma história sobre lutar por seus sonhos e também sobre a dificuldade de ser quem você é, não quem as pessoas querem que você seja.

0 comentários

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!