[Resenha] Desaparecidos em Luz da Lua

1/24/2020


Livro: Desaparecidos em Luz da Lua
Autora: Christelle Dabos
Páginas: 480
Ano: 2019
Comprar: Físico

"Desaparecidos em Luz da Lua" é a continuação do livro "Os Noivos do Inverno" sugiro que se você não leu o primeiro, não continue a leitura aqui, pois contém spolier.
No segundo livro, Ophélie está prestes a se casar com Thorn, mesmo ele tendo deixado bem claro que seu interesse era apenas adquirir sua habilidade com a leitura dos objetos, para que ele consiga ler O Livro do Farouk de acordo com o contrato. 


"Ophélie entendia lentamente o peso da notícia. Depois do meirinho-mor, era o segundo Miragem que desaparecia no ventre da fortaleza mais segura de toda a Cidade Celeste."

Apesar de tê-lo odiado por isso, vemos que Ophélie tem a esperança de que Thorn mude, ela irá se meter em enrascadas, além de se ter chamado a atenção do Farouk para si e o consequentemente o ódio de alguns moradores do Polo. 
Ela passa a receber algumas cartas anônimas, obrigando-a a terminar seu noivado e ir embora do Polo, porém ela não consegue fazer a leitura do objeto, pois ele foi manuseado de forma cuidadosa, impossibilitando que ela soubesse quem estava por trás, mas não é só Ophélie que recebe essas cartas, algumas pessoas também a recebem e começa a desaparecer. Quem estará por trás dos desaparecimentos e das cartas? 
Além de ter que lidar com tudo que está acontecendo a sua volta, sua família decide antecipar a chegada para o casamento, deixando Ophélie incomodada com as situações que aparecerão.


"Essas quatro palavras gravadas no frontão da fachada deram a Ophélie a vontade de se esconder."

Diferente do primeiro livro, não achei a leitura lenta, pelo contrário foi bem envolvente. Mas o sentimento de amor e ódio pelos personagens continua, Ophélie continua desastrada, mas ela parece mais decidida e madura. Thorn continuar frio e calculista, porém, começa a demonstrar mais seus sentimentos. Teremos surpresas ao longo da leitura, o que acaba instigando ainda mais a continuar. 
Dessa vez o livro trás além do desenrolar da história, fragmentos do que poderia ser as lembranças do Farouk e isso acaba trazendo mais curiosidades sobre o que irá acontecer aos nossos personagens. Mas não é só a evolução dos personagens principais que nos envolve, veremos na escrita da autora a evolução dos personagens secundários, ela consegue trazer detalhes e elementos novos na história que parecem aleatórios, porém, tem conexão. E são os detalhes que dá uma grande diferença. Nem todos parecem ser o que são e mais uma vez o livro termina no melhor momento da leitura. 



Sinopse: Segundo volume da série bestseller francesa A Passa-Espelhos, com mais de 500.000 cópias vendidas.Quando Ophélie é promovida a vice-contista, ela se vê inesperadamente jogada aos holofotes e escrutínio da corte. Seu dom, a habilidade de ler a história secreta dos objetos, é descoberto por todos, e não há maior ameaça aos nefastos habitantes de seu novo lar gélido do que isso.Sob os arcos dourados da capital do Polo, ela descobre que a única pessoa em que talvez possa confiar é Thorn, seu enigmático e frio noivo. À medida que influentes pessoas da corte começam a desaparecer, Ophélie se encontra novamente envolvida em uma investigação que a levará além das muitas ilusões do Polo e a uma temível verdade.

0 comentários

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!