[Resenha] Nasci para Brilhar

2/14/2021


Livro: Nasci Para Brilhar
Autora: Lyla Lee
Editora: Plataforma 21
Páginas: 336
Ano: 2020
Comprar: E-book | Físico 


No livro "Nasci para brilhar" iremos conhecer a história da Skye Shin uma coreana de 16 anos que mora em Orange Country e sofre bullying por ser gorda, principalmente da sua mãe. Só que Skye apesar disso ama ser quem ela é, ama seu corpo, mas evita tirar fotos por receio de comentários, sabe cantar e dançar e por mais que ela sempre escute que "garotas gordas não sabem dançar", Skye resolve se inscrever na competição de K-pop do programa "Você é minha estrela brilhante", tanto na categoria canto, quanto na categoria dança, a contragosto da sua mãe, que evitará a filha por um tempo. E durante a narrativa iremos descobrir o motivo dela tratar a jovem assim.

Skye fará algumas inimizades, pois até uma jurada acaba tentando humilhá-la por ser gorda, pois segunda ela existe um padrão físico nesse mundo do K-pop no qual Skye não faz parte, além disso algumas pessoas evitam ela, pois ela é tão boa no que faz que é uma grande concorrente, Mas ela também faz algumas amizades, dentre elas, Henry Cho, um jovem modelo, rico e famoso nas redes sociais, o cara que toda garota sonha em ter ao seu lado, Henry acabou de sair de um relacionamento e a ex-namorada dele também está na competição, além disso, o jovem também tem seus dilemas. 

"... ser gorda e ser bonita não são coisas que se excluem, sabe. As pessoas gordas podem ser bonitas e as pessoas bonitas podem ser gordas."

Ler "Nasci para brilhar" foi prazeroso, empolgante, um clichê que me deixava com vontade de continuar a leitura, é uma história de amizade, superação e romance. Uma história que mexeu comigo, sei o que é sofrer bullying e não se amar por ser gorda e ter vergonha de seu corpo, e a Skye vem mostrar que podemos e devemos romper essa barreira, beleza não está atrelado a ser gordo ou magro. E que os gordos assim como os magros podem e devem ser quem quiserem ser. 

Não conheço nada de K-pop, pouco sabia sobre a cultura coreana e nem conhecia a autora, mas adianto que adorei a escrita dela, apesar de trazer um assunto tenso sobre bullying e outras formas de preconceitos, sua escrita é fluída, leve, divertida. É uma história que eu achei que não iria gostar, pois K-pop não é algo pelo qual tenho interesse e acabei me surpreendendo e gostando muito do livro, recomendo a todas as pessoas, pois é inspiradora.

Sinopse: Skye Shin quer ser a nova estrela do K-Pop. Mas terá que lidar com os padrões altamente gordofóbicos da indústria do K-pop, a fama repentina, o escrutínio da mídia... e uma paixão por seu principal rival.
Skye Shin já ouviu de tudo.⁠
⁠"Meninas gordas não sabem dançar. Não podem vestir cores vibrantes. Não devem chamar a atenção para si mesmas."⁠
Mas Skye sonha ser uma estrela do K-pop e, para isso, precisará quebrar os padrões que a sociedade impõe a garotas como ela.⁠
Quando a jovem finalmente tem a oportunidade de competir em um programa de TV que vai lançar a nova superestrela K-pop, ela se depara com treinamentos incontáveis, performances impressionantes e, claro, todo o drama desse tipo de reality show.⁠
Assim, Skye também terá que lidar com os padrões gordofóbicos da indústria do K-pop, a fama repentina e o escrutínio da mídia.
"Nasci para brilhar" é o premiado romance K-pop que todos esperavam, num clima de celebração da diversidade, do autocuidado e do afeto, marcando de forma indiscutivelmente brilhante a estreia de Lyla Lee na literatura jovem.

0 comentários

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!