SPIRIT: O INDOMÁVEL INSPIRA MENINAS E MULHERES DE TODAS AS IDADES

6/11/2021

  


Animação foge dos clichês ao representar meninas destemidas, corajosas e aventureiras


Spirit: O Indomável, novo capítulo da franquia da DreamWorks Animation, chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, 10 de junho, apresentando a história de uma destemida garotinha, Lucky Prescott (Isabela Merced) e o cavalo selvagem Spirit, que juntos enfrentam os mais diversos desafios e vivem uma grande aventura.

Com um elenco e equipe técnica formado, em sua maioria, por mulheres, Spirit: O Indomável se transforma em inspiração para meninas e mulheres de todas as idades. Nas telas e fora delas, a animação prova que, com coragem e determinação, todas podem alcançar seus sonhos.

“Eu fiquei muito feliz por participar desse momento e poder trazer a magia de Spirit de volta às telonas, fazendo com que essa mensagem de amizade e empoderamento chegue à nova geração”, diz a roteirista Aury Wallington. Ao lado de mulheres como a diretora Elaine Bogan, a produtora Karen Foster, compositora Amie Doherty e a produtora musical Adrianne “AG” Gonzalez, elas criaram um mundo inspirador e cheio de possibilidades, que foge dos clichês em animações do gênero.

Para Isabela Merced, atuar nessa produção foi uma experiência única, não apenas pela história, que por si só é única e especial, mas também por sua representatividade. “Há mulheres envolvidas em todos os passos da produção. Eu nunca estive nesse tipo de ambiente antes. É muito empoderador e acredito que seja um vislumbre do futuro, com mulheres conquistando cada vez mais seus espaços”, finaliza.



Spirit: O Indomável está em cartaz nos principais cinemas brasileiros. As sessões seguem os protocolos de segurança recomendados pelos órgãos responsáveis e implementados pelas redes de cinema. Para mais informações, verifique a programação de sua região.


Sobre o filme

Uma aventura épica sobre uma garota obstinada que anseia por um lugar ao qual pertença e que descobre uma alma gêmea quando sua vida se cruza com um cavalo selvagem, Spirit: O Indomável é o próximo capítulo da amada história da DreamWorks Animation.

 Lucky Prescott (Isabela Merced, de “Dora e a Cidade Perdida”) nunca conheceu realmente sua falecida mãe, Milagro Navarro (Eiza González, de “Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw”), uma destemida dublê de Miradero, uma pequena cidade fronteiriça.

 Assim como sua mãe, Lucky não é exatamente uma fã de regras e restrições, o que tem causado grande preocupação em sua tia Cora (vencedora do Oscar®, Julianne Moore). Lucky cresceu em uma cidade da costa leste sob o olhar atento de Cora, mas quando Lucky pressiona sua própria sorte com muitas aventuras arriscadas, Cora ganha dinheiro e a leva de volta para seu pai, Jim (o indicado ao Oscar® Jake Gyllenhaal), em Miradero.

 Lucky está realmente impressionada com a pacata cidadezinha. Ela muda de ideia quando conhece Spirit, um cavalo selvagem que compartilha sua tendência independente, e torna-se amiga de dois cavaleiros locais, Abigail Stone (Mckenna Grace, de “Capitão Marvel”) e Pru Granger (Marsai Martin, de “A Chefinha”). O pai de Pru, o dono do estábulo Al Granger (vencedor do Emmy Andre Braugher, por “Brooklyn Nine-Nine” da Fox), é o melhor amigo do pai de Lucky.

Quando um tratador de cavalos sem coração (indicado ao Emmy Walton Goggins, por “Justified”) e sua equipe planejam capturar Spirit e sua manada e leiloá-los para uma vida de cativeiro e trabalho duro, Lucky convoca seus novos amigos e corajosamente embarca na aventura de uma vida inteira para resgatar o cavalo que deu a ela liberdade e um senso de propósito e ajudou Lucky a descobrir uma conexão com o legado de sua mãe e sua herança mexicana que ela nunca esperava.

Spirit: O Indomável é o próximo capítulo da amada franquia da DreamWorks Animation, que começou com o filme indicado ao Oscar®, Spirit: O Corcel Indomável, e inclui uma série de TV ganhadora do Emmy. O filme é dirigido por Elaine Bogan (“Caçadores de Trolls: Contos de Arcadia”, da Netflix e DreamWorks Animation Television) e produzido por Karen Foster (co-produtora de “Como Treinar o Seu Dragão). O codiretor do filme é Ennio Torresan (chefe de arte de “O Pequeno Chefinho”), e a trilha sonora do filme é da compositora Amie Doherty (“Undone”, da Amazon, e “Marooned”, da DreamWorks.

0 comentários

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!