Ed. Gutemberg

[Resenha] O Segredo da Livraria de Paris

5/25/2020


Livro: O Segredo da Livraria de Paris
Autora: Lily Graham
Páginas: 206
Ano: 2020
Comprar: Físico


Iremos embarcar na viagem junto com Valerie e Annie. 
Annie uma jovem que está no mesmo trem que Valerie fica curiosa em saber sobre essa senhora sentada ao seu lado. Então, Valerie conta a ela sobre sua vida e porque está voltando a Paris. 

"O que muitos homens não perceberam depois de travar todas essas guerras é que, no fim, não existem vencedores de verdade, não mesmo: existem apenas vítimas, e elas continuam aparecendo muito tempo depois da guerra."

E desta forma, voltaremos a 1962, quando Valerie foi em buscar da verdade sobre sua família. Tudo começa quando ela vê no jornal uma vaga na livraria de seu avô, ela se candidata e sai de Londres para Paris e começa a trabalhar lá, mas não conta seu verdadeiro nome, apenas tenta obter informações sobre a vida desse senhor bem rabugento e começa a saber mais sobre sua mãe. 

"Quando nos arriscamos, quando decidimos fazer a coisa certa, não sabemos se vai funcionar ou não; simplesmente temos que seguir em frente, fazer o que nos pedem."

Sua busca em saber porque eles a mandaram embora com uma prima, a qual era obrigada a chamar de tia e nem a conhecia direito, durante a ocupação nazista em Paris. A história irá intercalar entre a vida de Valerie e suas descobertas, o passado de sua mãe, contado pela melhor amiga dela. 
É um história linda de amor, superação e aprendizado. A leitura é fluida e nos faz sorrir e chorar juntos com a personagem. É um livro que recomendo inclusive pra a cura de ressaca literária.

Sinopse: Valerie tinha três anos de idade quando foi levada de Paris para Londres, durante a Segunda Guerra Mundial. Agora, aos vinte anos e sozinha no mundo, ela se candidata, com nome falso, a uma vaga de emprego na livraria do avô, Vincent Dupont. Ele é seu único parente vivo e a única pessoa que sabe o que realmente aconteceu com seus pais biológicos. À medida que passa a conhecer melhor o ranzinza e reservado Dupont, Valerie vai puxando o fio da própria história.Mas essa história não se completa: qual seria o segredo devastador que Vincent estava disposto a tudo para esconder?Esta é uma comovente história de amor, medo e coragem em tempos de guerra. O Segredo da Livraria de Paris vai levar você para essa icônica cidade dos anos 1940 e 1960. Você vai chorar de emoção, vai rir, se admirar e perder o fôlego em diversos momentos dessa leitura impossível de ser interrompida.

Séries

[Série] Unbelievable

5/22/2020

Baseado no artigo da ProPublica sobre um caso de abuso sexual ignorado pela polícia na época, mas que servia como ponto-chave para capturar um agressor em série, esse mini série da Netflix vai nos levar inicialmente para a história de Marie, ela foi estrupada em 2008 e conta a policia o que aconteceu, porém ela tem que contar isso várias e várias vezes o que acaba deixando os detalhes confusos e incertos. E ela começa a agir como se nada tivesse acontecido, uma forma dela esquecer o que aconteceu, ou pelo menos tentar. Mas, uma das mães adotivas dela conta ao investigador como ela era no passado, o que ela fazia pra chamar a atenção dela. E sob pressão da polícia ele desmente o estrupo. 
Outro caso acontece em 2011 e é dessa vez é com a Amber, ela foi estrupada e a investigadora Karen entrará em contato com outra investigadora em outro condado, Grace, que também está investigando outro caso de estrupo que tem similaridades e elas começam a trabalhar juntas atrás desse estuprador em série.
É uma mini série que vale a pena ser assistida.


Do que se trata:

Uma jovem é acusada de fazer uma falsa denúncia de estupro. Anos depois, duas investigadoras seguem evidências que podem, finalmente, revelar a verdade.

A mini série é composta de 8 episódios.
Conheça alguns dos personagens:

Kaitlyn Dever como Marie Adler


Merritt Wever como Det. Karen Duvall


Toni Collette como Det. Grace Rasmussen


Danielle Macdonald como Amber


Alguém já assistiu?
O que achou?

Ed. Planeta

[Resenha] Escola de Contos Eróticos Para Viúvas

5/20/2020


Livro: Escola de contos eróticos para viúvas
Autora: Balli Kaur Jaswal
Páginas: 349
Ano: 2019
Comprar: Inglês | Espanhol

Não vá pegando essa obra achando que você vai ler só coisa erótica nela. Esse livro é muito mais do que isso, ele mostra empoderamento feminino por meio da escrita sobre a sexualidade. 

"Um sexo bom e gratificante faz total sentido até para a menos culta das pessoas."

Iremos conhecer Nikki, ela é de uma família de imigrantes indianos e eles tem seus tabus e crenças, mas Nikki foge um pouco dessa realidade e toma iniciativas que sua família discorda, ela larga a faculdade de direito, vai morar só e trabalhar num bar, até que surge uma vaga para ela dá aula para viúvas sikh que não sabem ler e nem escrever.
Mas ao chegar na em sala de aula com um livro erótico que ela iria dá para sua irmã, essas "senhoras" querem muito mais que aprender a ler e escrever, elas querem criar histórias eróticas, poderem se expressar e assim se sentirem livres.

" - Histórias não são responsáveis por corromper ninguém - Nikki argumentou. - Elas dão às pessoas uma chance de vivenciar coisas novas."

A narrativa irá trazer a história de vida dessas mulheres, seus dramas pessoais, a cultura punjabi e a influência na vida dessas mulheres. 
É interessante notar que é através desses contos que muita coisa começa a mudar para melhor na não só na vida delas, mas também na comunidade.



Sinopse: Filha de imigrantes indianos, Nikki passou a maior parte de seus vinte e tantos anos distanciando-se da tradicional comunidade sikh, preferindo uma vida mais independente e, em outras palavras, ocidental. Quando a morte de seu pai deixa a família financeiramente desestruturada, Nikki se habilita a dar aulas de escrita criativa em um centro comunitário no coração da comunidade punjabi em Londres.Logo no primeiro dia de trabalho, Nikki descobre que, na verdade, as viúvas sikh que aparecem para o curso estão esperando aprender alfabetização básica em inglês, e não a arte de escrever contos. Nikki está prestes a desistir da tarefa quando um livro erótico cai no colo das alunas e causa um furor na sala de aula. A jovem professora percebe, que, por baixo de seus sáris brancos, ela têm uma riqueza de fantasias e memórias. Ansiosa por libertar essas mulheres, Nikki as ensina a escrever suas histórias não contadas, desencadeando um processo criativo inesperado - e perigoso.




Filmes

[Filme] O Milagre da Cela 7

5/18/2020

Vi a indicação desse filme em um IG literário, quando li a cítica da pessoa fiquei tão emocionada que resolvi assistir ao filme. Acho que meus sentimentos estão a flor da pele, pois nos primeiros 10 minutos de filme, eu já estava chorando.
O filme é turco e está na Netflix, ele conta a história de Ova e seu pai Memo, que foi preso acusado de matar a filha de um comandante do exército. Memo sofre de deficiência intelectual, ele pode não ser inteligente como alguns acham, mas uma coisa pode ter certeza, ele ama a filha incondicionalmente.
A história é linda! Como disse, já nos 10 primeiro minutos de filme eu estava chorando e chorei durante as duas 2h de filme. É uma história pra se emocionar do início ao fim. 
São tantas injustiças cometidas e mesmo assim Ova e seu pai não perdem a bondade e a inocência. A pureza de duas crianças. É um belo filme que mostra que ainda há um lado bom no ser humano mesmo que ele tenha cometido algum ato de maldade, ainda existem pessoas que fazem justiça e quer o bem do outro.
É um filme que eu SUPER recomendo.

Lingo Lingo!


Sinopse: Separado de sua filha, um homem com deficiência intelectual precisa provar sua inocência ao ser preso pela morte da filha de um comandante.
Elenco: Aras Bulut Iynemli, Nisa Sofiya Aksongur, Deniz Baysal, Celile Toyon Uysal, Ilker Aksum, Mesut Akusta
Duração: 2h 12 min
Diretor: Mehmet Ada Öztekin
Distribuidora: Netflix
Gênero: Drama
Classificação: 14 anos

Assista ao trailer:


Alguém assistiu? 
O que achou?

HQ

[Resenha] Lenora

5/16/2020


Livro: Lenora
Autor: Edgar Allan Poe
Ilustrado por: Juliana Fiorese
Páginas: 48
Ano: 2019


Conheci o trabalho da Juliana Fiorese através do instagram e quando ela esteve na bienal de Pernambuco em 2019, tive o prazer de ver seu trabalho de perto e claro adquiri-lo para mim. Lenora é uma adaptação do poema de Edgar Allan Poe, Lenore. 

"... Permita-se que se leia o ritoUm último hino se ouçaUm hino à morta mais formosa..."

O Poema fala da aceitação e dor de Guy De Vere pela perda de sua amada, é um poema sobre luto. A HQ é linda em seu todo, as ilustrações da Juliana são lindas e muito bem trabalhadas, ao final teremos o poema do Poe em inglês e sua tradução. Além de que a Juliana teve a atenção de trazer detalhes sobre a obra desse autor, ela também incluiu como se deu o seu processo de criação, bem como as primeiras imagens do poema feitas por Henry Sandham.

"Se vosso olhar ferino - vossas línguas más se movemSomente a sepultar a moça que se foi tão jovem?"

É um belo trabalho que merece ser  divulgado. São poucas páginas então é uma rápida leitura que mesmo falando sobre morte, consegue curar uma ressaca literária.


Sinopse: Uma adaptação do poema Lenore - de Edgar Allan Poe - para quadrinhos.O poema mostra o sofrimento de um rapaz ao leito de morte de sua bela e amada que partiu tão jovem. Ele tenta, ao invés de lamentar sua partida, celebrar a ascensão de Lenora a um novo mundo.