[Resenha] Entre Gravetos e Ossos

9/19/2021


Livro: Entre Gravetos e Ossos
Autora: Seanan McGuire
Páginas: 179
Ano: 2019
Comprar: Físico

"Entre gravetos e ossos" é o segundo volume da série "Crianças Desajustadas", o primeiro volume foi "De volta para casa". Esse segundo livro é dividido em 4 partes.
Na primeira parte, vamos conhecer os pais de Jack e Jill, duas meninas que eram tratadas de forma de diferente por seus pais que se achavam perfeitos, ou melhor faziam de tudo para parecem perfeitos e sem erros nos seus ciclos de amizade.

"A cada ano, ficava mais difícil lembrar que elas já tinham sido uma unidade coesa e que nenhuma das duas tinha escolhido seu padrão de vida. Tudo havia sido designado."

Jacqueline foi criada como uma boneca de porcelana, só usava vestidos, não podia se sujar, era a tímida. Uma perfeita menina pra sua mãe que tanto desejava uma garota e Jillian era mais corajosa, brincava com os meninos, assistia futebol com seu pai. Gêmeas porém opostas em todos os sentidos. 
Criadas até os 5 anos pela avó paterna, pois seus pais não sabiam como cuidas das bebês, até que eles acharam que não precisava mais dela, mandaram ela ir embora e as meninas foram pra escola e começaram a se odiar pois uma queria o que a outra tinha e seus pais não percebiam o mau que estava causando as duas meninas quando eles queriam moldá-las de sua maneira. Até que um dia, elas encontram uma passagem e tudo em suas vidas modificou.

"Algumas aventuras não exigem nada além de um coração disposto e a capacidade de viajar por aberturas no mundo."

São 179 páginas que te prende do início ao fim, não consegui parar de ler até saber o que havia acontecido com essas duas garotas que são citadas no primeiro livro. E é bem interessante conhecer a história delas. Quero muito ler a continuação e conhecer outros personagens dessa história que tem um pézinho no conto de Alice no país das maravilhas que tanto amo.

Sinopse: Vencedor do Alex Award 2018
Vencedor do ALA RUSA Fantasy Award

O segundo livro da série Crianças Desajustadas.
As gêmeas Jack e Jill tinham dezessete anos quando encontraram o caminho de casa e foram mandadas para o Lar de Eleanor West para Crianças Desajustadas.
Esta é a história do que aconteceu antes…
Jacqueline era a filha perfeita para sua mãe: educada e silenciosa, sempre vestida como uma princesa. Se às vezes a mãe era um pouco rigorosa é porque esculpir a filha perfeita exige disciplina.
Jillian era a filha perfeita para o seu pai: aventureira e corajosa, com roupas masculinizadas. Na verdade, ele preferiria um menino, mas é preciso trabalhar com o que se tem.
Elas tinham cinco anos quando aprenderam que não se pode confiar nos adultos.

0 comentários

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!