[Resenha] Lady Killer - Vol. 2

6/29/2021

 

Graphic Novel: Lady Killer - Vol. 2
Autores: Joëlle Jones e Jamie S. Rich
Páginas: 144
Ano: 2020
Comprar: Físico

Se não leu o vol. 1 não prossiga com a leitura, pois contém spoiler.

Após o final do vol. 1 onde a sogra de Josie Schuller descobre quem realmente ela é, nessa continuação ela estará mais sanguinária. Pois, após se mudar para a Flórida, ela abre seu próprio negócio. Agora além de matar, ela também terá que se livrar do corpo. Mas ela é boa no que faz e isso a torna a melhor e a mais procurada. 

"Veja além da falha. É assim que você evolui."

Nesse segundo volume, saberemos sobre passado dela e isso trará várias explicações, inclusive o motivo pelo qual ela se tornou uma assassina, iremos também nos surpreender com a sogra dela, apesar do primeiro volume ter nos dado a impressão estereotipada de "sogra chata".

Tão bom quanto o primeiro, é uma história que nos deixa com vontade de mais. A arte é fantástica, trazendo traços da época em que a história se passa. Confesso que estou ansiosa pelos próximos volumes.


Sinopse: Josie Schuller é uma esposa dedicada, uma mãe amorosa e... uma assassina de aluguel. Capaz de equilibrar os deveres de uma típica dona de casa norte-americana dos anos 1960 com vários assassinatos a sangue-frio, ninguém desconfia que ela leva uma vida dupla.
Após as perseguições e imprevistos do primeiro volume, Josie decide se mudar com a família para Cocoa Beach, na Flórida, onde as coisas continuam mais ou menos como era antes: Josie vende Tupperware, cuida da família e vai colecionando alguns cadáveres pelo caminho.

A única diferença é que, agora, ela está trabalhando sozinha. Fazer vítimas continua fácil, o problema é cuidar da bagunça depois. Então, quando uma figura do seu passado aparece com uma proposta de parceria, Josie não consegue recusar. Mas há muito mais em jogo do que uma cena do crime sangrenta para limpar…

Joëlle Jones continua sua criação matadora que ganhou o coração dos leitores da DarkSide® Books. No segundo e último volume de Lady Killer: Graphic Novel Vol. 2, Jones exibe seu talento e deixa os leitores boquiabertos: seu traço está ainda mais violento, impressionante e expressivo, e a história, cheia de nuances e momentos inesquecíveis.

Neste volume, começamos a descortinar o passado de Josie e a entender suas motivações. A relação com sua sogra, que já não era das melhores, ganha novos atritos. Revelações chocantes vêm à tona, e, enquanto isso, o marido de Josie continua sem desconfiar de nada…

Sangrento, medonho e brutal, o quadrinho é perfeito para quem devorou o livro da linha Crime Scene, Lady Killers: Assassinas em Série, uma compilação macabra das mulheres mais letais da história. A autora Tori Telfer, aliás, assina uma introdução exclusiva à edição brasileira da graphic novel. Se Josie fosse uma pessoa real, ela com certeza teria sido estudada por Telfer.

Bem-humorado e eletrizante, Lady Killer: Graphic Novel Vol. 2 é um daqueles quadrinhos impossíveis de largar.


0 comentários

Obrigada pela sua visita!
Volte Sempre!